#70 – O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d’Amélie Poulain)

Amelie Poulain Direção: Jean-Pierre Jeunet
Duração: 122 minutos
Ano de lançamento: 2001
Prêmios:
– 54 prêmios em diversos festivais de cinema do mundo

Está aí um título que eu nunca havia assistido por puro preconceito, por pensar que era um filme chato para mulheres. Bom, as vezes pelos cartazes, trailers e opiniões alheia acabamos julgando mal e criando barreiras que nos afastam de boas produções. Ainda bem que também existem influências positivas, de pessoas que nos incentivam e nos empolgam a deixar de lado todo o preconceito e encarar certas obras. Se eu não tivesse gostado ou confirmado minhas expectativas, o que não é o caso, pelo menos poderia falar com propriedade de quem assistiu e tirou as próprias conclusões.

Para a minha feliz surpresa foram 2 horas de pura de diversão e reflexão assistindo Amélie e suas aventuras. Através de situações simples do cotidiano vistas por um ângulo incomum, o diretor consegue nos mostrar que muitos dos prazeres da vida estão nas pequenas coisas e gestos. O mais legal é se identificar com alguns e perceber que de uma forma ou outra acabamos escondendo e/ou fingindo não gostar por não serem socialmente adequados ou por vergonha. Me fez pensar nas pessoas que por vezes julgamos esquisitas ou que apenas diferem de um padrão criado, elas podem ser apenas mais corajosas que nós mesmos para assumir certos prazeres e comportamentos. Quem nunca fez e refez coisas aparentemente simples e bobas apenas pela sensação momentânea de prazer e depois se sentiu meio babaca? O que pode parecer loucura, insanidade e inaceitável pode também revelar sensações e prazeres únicos para cada um de nós.

Tenho plena certeza de que me lembrarei desse filme quando novamente eu presenciar alguém se agonizando com o garfo raspando as embalagens de pizza ou se deliciando ao mastigar estanho (casos verídicos, acreditem ou não!)

Apesar da história ser narrada de forma bem rápida e das situações e personagens serem bem caricatos, assistir é bem divertido, cômico e leve depois que você se acostuma. Valeu muito a experiência e por isso recomendo!

Abraços e até os próximos filmes, estou com vários na fila de espera… =)

Anúncios
Esse post foi publicado em Cinema e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para #70 – O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le fabuleux destin d’Amélie Poulain)

  1. Nany disse:

    Um dos filmes que faz “Assistir filmes” um verdadeiro prazer. A trilha sonora é linda, a fotografia é aconchegante e acolhedora, a história encanta e a atuação da Audrey é simplesmente FANTÁSTICA! :))))
    Um doce de filme que aquece a alma e nos faz refletir sobre muitas coisas, assim tão belamente citado por vc!
    Ótima resenha, Dani! 🙂

  2. Fabiano Augusto disse:

    Infelizmente na maioria das vezes a gente acaba recebendo mais críticas ruins do que dicas de bons filmes, concorda? Eh aquela velha estória de que um cliente satisfeito conta para uma pessoa e um insatisfeito conta para dez!
    Ainda bem que vc eh um cara bem relacionado e acaba tendo a sorte de receber dicas de filmes como este, rs…
    Bem, eh mais uma de suas dicas que vou colocar na minha lista… E ela também já está grande…
    Depois escreve sobre o Django Livre! Eu assisti e curti demais… so não eh perfeito por causa do tiroteio final… KillBill demais, rs… Grande abraço Daniel!

  3. Pingback: #71 – Azul é a cor mais quente (La vie d’Adèle – Chapitres 1 et 2) | Devaneios sobre cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s